domingo, 26 de abril de 2009

CALA, GALVÃO, CALA!

O “ sei de tudo” Galvão Bueno, ao final do prêmio do Barein de fórmula 1, disse que estavam aguardando o vencedor, Jason Button, os “roqueiros” Eric Clapton, Robert Plant e , atenção, atenção, “Richard Wright, baterista do Pink Floyd”. Tremenda batatada, além da mais uma vez excessivas arrogância e ignorância. Richard Wright, tecladista do Pink Floyd, morreu ano passado e o baterista do PF é Nick Mason.

quarta-feira, 22 de abril de 2009

MAIS UM POUCO DE WALTER BENJAMIN

Trecho extraído do artigo AS EXPERIENCIAS DE WALTER BENJAMIN de Beatriz de Souza Bessa (UNIRIO), disponível em http://www.unirio.br/morpheusonline/numero09-2006/bessa.htm

“(...)a juventude não é apenas uma fase de desvarios mas um momento em que as formas subjetivas não se deixam instituir pelos valores absolutos e morais.(...)ser sério e esclarecido não é sabedoria, como imaginam os adultos, mas ter pobreza de idéias, petrificando emoções e afetos. Dessa forma, a maneira moderna de conceituar experiência revela um modo burguês de existência, carente de espiritualidade e sensibilidade”.

A "EVOLUÇÃO"


segunda-feira, 20 de abril de 2009

PARA PENSAR A ESCOLA

http://flowtv.org/wp-content/uploads/2008/10/jean_baudrillard_13.jpg

Do filósofo francês, Jean Baudrillard:

“Se a escola acabou, é que todas as fibras do processo social estão impregnadas de disciplina e de formação pedagógica”.

domingo, 19 de abril de 2009

EL CALAFATE

El Calafate, 4º. Programa da série especial “Argentina” do programa Cidade da Gente(TV Horizonte,canal 19 UHF), é puro prazer de viajar e conhecer o lugar. Sem alarde, com simplicidade e talento, Luciana Katahira nos apresenta um cartão postal emotivo do lugar.

MEU GALÃ !!!


Enfim, este é um país levado a sério e respeitado no Primeiro Mundo. O presidente Lula é um dos personagens do desenho animado “South Park”, no papel de “membro de uma comissão de líderes mundiais que defende a Terra de uma invasão intergaláctica”. Quem disse que essa “gente branca de olhos azuis” não é gente boa,presidente?!

Melhoramos muito. Quem não se lembra do episódio de “Os Simpsons” – “ O feitiço de Lisa” (que faz parte da 13ª. temporada da série) exibido em 2002, em que o Brasil é “desenhado” através das ruas do Rio de Janeiro cheias de ratos e macacos, o Homer é seqüestrado e apresentadoras de programas infantis instigam a sexualidade nas crianças?

A ARTE DE FALAR COM O TRAÇO


Para quem aprecia um artista de traço sensível, caustico e superlativo de criatividade, vai a ilustração de Mário Vale para o artigo de Alexandre Sylvio Vieira da Costa, publicado no jornal Hoje em Dia de domingo,19/04/2009.

ESSE TAL DO "DIA DE ÍNDIO"

http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/infantil/Indio2.jpg

19 de abril. Do jeito que a coisa vai, se todo dia não voltar a ser dia de índio, daqui a pouco só restará o dia. E para “comemorar” a data, duas coisas: 1ª. – Quem faz “programa de índio” é só o jacu do homem branco. Índio não imita chimpanzé como faz essa “gente clara de olhos azuis” quando vai ao zoológico; 2ª. – a letra de um hino de tantas raças em agonia, composição de Jorge Ben (depois Jorge Benjor), que foi interpretada pela Baby do Brasil(que foi Baby Consuelo, dos Novos Baianos):

Todo Dia Era Dia de Índio
http://letras.terra.com.br/baby-do-brasil/365271/

Curumim,chama Cunhatã
Que eu vou contar

Curumim,chama Cunhatã
Que eu vou contar

Todo dia era dia de índio
Todo dia era dia de índio

Curumim,Cunhatã
Cunhatã,Curumim

Antes que o homem aqui chegasse
Às Terras Brasileiras
Eram habitadas e amadas
Por mais de 3 milhões de índios
Proprietários felizes
Da Terra Brasilis

Pois todo dia era dia de índio
Todo dia era dia de índio

Mas agora eles só tem
O dia 19 de Abril

Mas agora eles só tem
O dia 19 de Abril

Amantes da natureza
Eles são incapazes
Com certeza
De maltratar uma fêmea
Ou de poluir o rio e o mar

Preservando o equilíbrio ecológico
Da terra,fauna e flora

Pois em sua glória,o índio
É o exemplo puro e perfeito
Próximo da harmonia
Da fraternidade e da alegria

Da alegria de viver!
Da alegria de viver!

E no entanto,hoje
O seu canto triste
É o lamento de uma raça que já foi muito feliz
Pois antigamente

Todo dia era dia de índio
Todo dia era dia de índio

Curumim,Cunhatã
Cunhatã,Curumim

Terêrê,oh yeah!
Terêreê,oh!

AGITAÇÃO POÉTICA

Por falar em Cleber Camargo, eis um pouco da sua agitação:

PALAVRA FALADA, MUDA!

Ontem
Escrevi um poema
Sem palavras.

Hoje
Já é tarde
Pra passar a borracha.

PELAS OBRAS DA BR-381

O agitador cultural Cleber Camargo, colunista do site http://www.defatoonline.com.br/ insiste na sensibilização das pessoas, principalmente os prefeitos, para as obras da BR-381. Solidário com ele, vamos fazer todo o tipo de pressão. Se a Dilma chora em evento político, quem sabe ela não chora também em Brasília, pelos que morreram na rodovia.

NO MEIO DO MEU CAMINHO
ANTES HAVIA UMA ESTRADA.
AGORA ATÉ ACEITO AS PEDRAS.
MELHOR DO QUE AS CRUZES:
ESSA MÓRBIDA POESIA DE MORTE ANUNCIADA.

sábado, 18 de abril de 2009

sexta-feira, 17 de abril de 2009

NOS TEMPOS DA MINHA MÃE

De autor desconhecido, via Internet:
Ensinamentos das MÃES DE ANTIGAMENTE:
Pra lembrar, e rir.Coisas que nossas mães diziam e faziam...Era uma forma, hoje condenada pelos educadores e psicólogos, mas funcionou com a gente e por isso não saímos seqüestrando a namorada, nem matando os outros por ai.


Minha mãe ensinou a VALORIZAR O SORRISO...
"ME RESPONDE DE NOVO E EU TE ARREBENTO OS DENTES!"
Minha mãe me ensinou a RETIDÃO...
"EU TE AJEITO NEM QUE SEJA NA PANCADA!"
Minha mãe me ensinou a DAR VALOR AO TRABALHO DOS OUTROS...
"SE VOCÊ E SEU IRMÃO QUEREM SE MATAR, VÃO PRA FORA. ACABEI DE LIMPAR A CASA!"
Minha mãe me ensinou LÓGICA E HIERARQUIA...
"PORQUE EU DIGO QUE É ASSIM! PONTO FINAL! QUEM É QUE MANDA AQUI?"
Minha mãe me ensinou o que é MOTIVAÇÃO...
"CONTINUA CHORANDO QUE EU VOU TE DAR UMA RAZÃO VERDADEIRA PARA VC CHORAR!"

Minha mãe me ensinou a CONTRADIÇÃO...
" FECHA A BOCA E COME!"


Minha Mãe me ensinou sobre ANTECIPAÇÃO...
"ESPERA SÓ ATÉ SEU PAI CHEGAR EM CASA!"


Minha Mãe me ensinou sobre PACIÊNCIA...
"CALMA!... QUANDO CHEGARMOS EM CASA VOCÊ VAI VER SÓ..."


Minha Mãe me ensinou a ENFRENTAR OS DESAFIOS...
"OLHE PARA MIM! ME RESPONDA QUANDO EU TE FIZER UMA PERGUNTA!"


Minha Mãe me ensinou sobre RACIOCÍNIO LÓGICO...
"SE VOCÊ CAIR DESSA ÁRVORE VAI QUEBRAR O PESCOÇO E EU VOU TE DAR UMA SURRA!"

Minha Mãe me ensinou MEDICINA...
"PÁRA DE FICAR VESGO MENINO! PODE BATER UM VENTO E VOCÊ VAI FICAR ASSIM PARA SEMPRE."

Minha Mãe me ensinou sobre o REINO ANIMAL...
"SE VOCÊ NÃO COMER ESSAS VERDURAS, OS BICHOS DA SUA BARRIGA VÃO COMER VOCÊ!"

Minha Mãe me ensinou sobre GENÉTICA...
"VOCÊ É IGUALZINHO AO SEU PAI!"

Minha Mãe me ensinou sobre minhas RAÍZES...
"TÁ PENSANDO QUE NASCEU DE FAMÍLIA RICA É?"

Minha Mãe me ensinou sobre a SABEDORIA DE IDADE...
"QUANDO VOCÊ TIVER A MINHA IDADE, VOCÊ VAI ENTENDER."

Minha Mãe me ensinou sobre JUSTIÇA...
"UM DIA VOCÊ TERÁ SEUS FILHOS, E EU ESPERO ELES FAÇAM PRÁ VOCÊ O MESMO QUE VOCÊ FAZ PRA MIM! AÍ VOCÊ VAI VER O QUE É BOM!"

Minha mãe me ensinou RELIGIÃO...
"MELHOR REZAR PARA ESSA MANCHA SAIR DO TAPETE!"

Minha mãe me ensinou o BEIJO DE ESQUIMÓ...
"SE RABISCAR DE NOVO, EU ESFREGO SEU NARIZ NA PAREDE!"

Minha mãe me ensinou CONTORCIONISMO.-..
"OLHA SÓ ESSA ORELHA! QUE NOJO!"

Minha mãe me ensinou DETERMINAÇÃO..-.
"VAI FICAR AÍ SENTADO ATÉ COMER TODA COMIDA!"

Minha mãe me ensinou habilidades como VENTRÍLOGO...
"NÃO RESMUNGUE! CALA ESSA BOCA E ME DIGA POR QUE É QUE VOCÊ FEZ ISSO?"

Minha mãe me ensinou a SER OBJETIVO...
"EU TE AJEITO NUMA PANCADA SÓ!"

Minha mãe me ensinou a ESCUTAR ...
"SE VOCÊ NÃO ABAIXAR O VOLUME, EU VOU AÍ E QUEBRO ESSE RÁDIO!"

Minha mãe me ensinou a TER GOSTO PELOS ESTUDOS..
"SE EU FOR AÍ E VOCÊ NÃO TIVER TERMINADO ESSA LIÇÃO, VOCÊ JÁ SABE!..."

Minha mãe me ajudou na COORDENAÇÃO MOTORA...
"AJUNTA AGORA ESSES BRINQUEDOS!! PEGA UM POR UM!!"

Minha mãe me ensinou os NÚMEROS...
"VOU CONTAR ATÉ DEZ. SE ESSE VASO NÃO APARECER VOCÊ LEVA UMA SURRA!"

Brigadão Mãe !!!

segunda-feira, 13 de abril de 2009

WALTER BENJAMIN E AS CRIANÇAS

Trecho extraído do artigo "AS EXPERIÊNCIAS DE WALTER BENJAMIN” , de autoria da psicóloga Beatriz de Souza Bessa. Disponível em http://www.unirio.br/morpheusonline/numero09-2006/bessa.htm


"Não apenas os artistas e maltrapilhos, como também as crianças, seriam focos de resistência na modernidade, seriam como espadachins. Em Infância e Pensamento, Gagnebin escreveu sobre as crianças e a posição diferenciada que assumem diante dos adultos, onde elas vêem ''aquilo que o adulto não vê mais, os pobres que moram nos porões cujas janelas beiram as calçadas, ou as figuras menores nas bases das estátuas erigidas para os vencedores'' . É dessa dimensão que as crianças olham o mundo, marcando com suas perguntas as bordas, as falhas, o invisível, o inaudito. Benjamin, desde o texto Experiência, revelou a sua preocupação com os estudos sobre a criança. Criticava duramente o moralismo dos livros infantis e a forma infantilista do adulto se relacionar com a criança. Para o filósofo, “nada é mais ocioso que a tentativa febril de produzir objetos supostamente apropriados às crianças” . Alertava que os pedagogos não percebiam como a terra estava repleta de “substâncias puras e infalsificáveis capazes de despertar a atenção infantil” . Se observarmos uma criança, notaremos como ela se sente atraída pelos detritos: ao visitarem oficinas de costura, carpintaria, atividades de jardinagem elas não raramente vão vasculhar os restos, as sobras, os trapos... A partir dos detritos que recolhem, não imitam o mundo dos adultos, mas colocam os restos e resíduos em uma relação nova e original. Segundo o autor, os contos de fadas seriam uma dessas criações compostas por detritos, surgida no processo de produção e decadência da saga. “A criança lida com os elementos dos contos de fada de modo tão soberano e imparcial como com retalhos e tijolos. O mesmo ocorre com a canção e com a fábula” . Nesse sentido, se a atividade de narração se esvai nos tempos modernos, às crianças são cada vez mais destinadas canções folclóricas, estórias, contos e parlendas... A criança cria suas brincadeiras e seus prazeres a partir do “lixo da história”. Se a nossa modernidade já não nos permite mais compartilhar conselhos e experiências, as crianças, de alguma forma, ainda mantém laços com a tradição, com o povo, com a história".

POESIA DIGESTIVA

O medo, não

assombra a vida;

a bala, sim,

recorta o fim.

sábado, 11 de abril de 2009

PRESOS DE NÓS

Tirinha de ANDRÉ DAHMER publicada na revista PIAUÍ, número 31, de abril de 2009.

sexta-feira, 10 de abril de 2009

POR CAUSA DA TAL HIPERMODERNIDADE

http://drinkingupstream.files.wordpress.com/2008/12/walter-benjamin.jpg

Eis um fragmento das reflexões do filósofo alemão Walter Benjamin, extraído do ensaio "Experiência e pobreza”:

“Torna-se cada vez mais raro o encontro com pessoas que sabem narrar alguma coisa direito. É cada vez mais frequente espalhar-se em volta o embaraço quando se anuncia o desejo de ouvir uma história. É como se uma faculdade, que nos parecia inalienável, a mais garantida entre as coisas seguras, nos fosse retirada. Ou seja: a de trocar experiências.

Uma causa deste fenômeno é evidente: a experiência caiu na cotação. E a impressão é a de que prosseguirá na queda interminável” .

CRÔNICA DO NELSON MOTTA

Nelson Motta escreve semanalmente uma crônica no www.sintoniafina.com.br .
Divido esta com meus “assíduos” seguidores:


Ironias digitais

Antigamente, antes da era digital, a indústria do disco era uma das mais poderosas e lucrativas do mundo. Em comparação com o livro, eram o primo rico e o primo pobre. Mesmo no gigantesco mercado americano, a desproporção era imensa: enquanto um raro best-seller podia vender um milhão de livros, muitos discos vendiam facilmente mais de 5 milhões, vários chegavam a 10, 15 milhões.

Agora o jogo está virando. Com a digitalização e a pirataria, no Brasil, hoje são poucos os artistas que chegam a vender 50 mil discos, enquanto a maioria, e mesmo nomes famosos, que vendiam 100 ou 200 mil, agora se dão por felizes com 20 mil. O livro, como não sofreu os efeitos da pirataria, conseguiu crescer. Hoje, um grande e merecido sucesso editorial como "1808" já vendeu mais de 500 mil livros e faz de Laurentino Gomes a nossa Ivete Sangalo, que é a número um do disco brasileiro e fica longe dessa marca em venda de CDs. Quem diria, hein? Quem diria que um dia, no Brasil, um livro, e ainda mais de História!, venderia mais do que um disco popular de sucesso?

O público parece que gosta mesmo de História: os best-sellers de Eduardo Bueno, "A viagem do descobrimento" e "Náufragos, traficantes e degredados", só foram superados em vendas por raríssimos discos de sucesso no mesmo período.

O grande livro de Ruy Castro sobre Carmen Miranda, além de informar, divertir e emocionar, vendeu muito mais do que os CDs com os maiores hits de Carmen. E, sorry pela auto-referência, os 120 mil livros da biografia do Tim Maia, com todo respeito, jamais seriam atingidos por qualquer disco do Síndico hoje em dia. São números que muito poucos lançamentos musicais de 2008 alcançaram. Apesar de um livro custar, em média, o dobro do preço de um CD.

Agora, com o sucesso dos leitores digitais Kindle, da Amazon, o mercado literário vai passar por uma grande transformação. Os livros digitais terão incontáveis títulos disponíveis, serão muito mais baratos e acessíveis, mas também poderão ser copiados e pirateados, como o bom e velho CD. Ou baixados on-line. E tudo voltará a ser como antes. Só que bem menorzinho.

A INSIGNIFICÂNCIA DAS COISAS SIGNIFICADAS

-Papai, o que é Páscoa?

-Ora, Páscoa é... bem... é uma festa religiosa!

-Igual ao Natal?

-É parecido. Só que no Natal comemora-se o nascimento de Jesus, e na Páscoa, se não me engano, comemora-se a sua ressurreição.

-Ressurreição?

-É, ressurreição. Marta , vem cá !

-Sim?

-Explica pra esse garoto o que é ressurreição pra eu poder ler o meu jornal.

-Bom, meu filho, ressurreição é tornar a viver após ter morrido. Foi o que aconteceu com Jesus, três dias depois de ter sido crucificado. Ele ressuscitou e subiu aos céus. Entendeu ?

-Mais ou menos... Mamãe, Jesus era um coelho?

-O que é isso menino? Não me fale uma bobagem dessas! Coelho! Jesus Cristo é o Papai do Céu !
Nem parece que esse menino foi batizado! Jorge, esse menino não pode crescer desse jeito, sem ir numa missa pelo menos aos domingos. Até parece que não lhe demos uma educação cristã !
Já pensou se ele solta uma besteira dessas na escola ? Deus me perdoe ! Amanhã mesmo vou matricular esse moleque no catecismo!

-Mamãe, mas o Papai do Céu não é Deus ?

-É filho, Jesus e Deus são a mesma coisa. Você vai estudar isso no
catecismo. É a Trindade. Deus é Pai, Filho e Espírito Santo.

-O Espírito Santo também é Deus?

-É sim.

-E Minas Gerais?

-Sacrilégio!!!

-É por isso que a ilha de Trindade fica perto do Espírito Santo?

-Não é o Estado do Espírito Santo que compõe a Trindade, meu filho, é o Espírito Santo de Deus. É um negócio meio complicado, nem a mamãe entende direito. Mas se você perguntar no catecismo a professora explica tudinho!

-Bom, se Jesus não é um coelho, quem é o coelho da Páscoa ?

-Eu sei lá ! É uma tradição. É igual a Papai Noel, só que ao invés de presente ele traz ovinhos.

-Coelho bota ovo ?

-Chega ! Deixa eu ir fazer o almoço que eu ganho mais !

- Papai, não era melhor que fosse galinha da Páscoa ?

-Era... era melhor,sim.. . ou então urubu.

-Papai, Jesus nasceu no dia 25 de dezembro, né ? Que dia ele morreu ?

-Isso eu sei: na sexta-feira Santa.

-Que dia e que mês?

- ??? Sabe que eu nunca pensei nisso ?! Eu só aprendi que ele morreu na sexta-feira Santa e ressuscitou três dias depois, no sábado de Aleluia.

-Um dia depois?!

-Não, três dias depois!

-Então, morreu na quarta-feira...

-Não, morreu na Sexta-feira Santa... ou terá sido na quarta-feira de Cinzas ? Ah, garoto, vê se não me confunde ! Morreu na sexta mesmo e ressuscitou no sábado, três dias depois!

-Como ?

- Pergunte à sua professora de catecismo!

-Papai, porque amarraram um monte de bonecos de pano lá na rua ?

-É que hoje é sábado de Aleluia, e o pessoal vai fazer a malhação do Judas. Judas foi o apóstolo que traiu Jesus.

-O Judas traiu Jesus no Sábado?

-Claro que não ! Se Jesus morreu na sexta... !!!


-Então, por que eles não malham o Judas no dia certo ?

-Ai...

-Papai, qual era o sobrenome de Jesus?

-Cristo... Jesus Cristo.

-Só ?

-Que eu saiba sim, por quê?

-Não sei não, mas tenho um palpite de que o nome dele era Jesus Cristo Coelho. Só assim esse negócio de coelho da Páscoa faz sentido, não acha?

-Ai coitada!

-Coitada de quem?

-Da sua professora de catecismo!

quinta-feira, 9 de abril de 2009

"ROSAS PARA JOÃO" (desculpe a rima) NO JAPÃO

RENATO MOTHA & PATRICIA LOBATO FAZEM TURNÊ PELO JAPÃO

Em abril de 2009, Renato Motha e Patricia Lobato fazem a primeira turnê ao Japão, lançando o DVD “Rosas para João”, numa série de 8 apresentações por algumas das principais cidades japonesas.

O duo estará comemorando junto ao produtor Yoshihiro Narita da NRT/Maritmo cinco anos de parceria e os álbuns lançados com sucesso no mercado fonográfico japonês: “Dois em Pessoa”; “Planos”; “Shabds” e “Rosas para João”.

“Dois em Pessoa” – é composto de dois discos com a obra de Fernando Pessoa musicado por Renato Motha.

“Planos” – é um disco totalmente produzido no Brasil e que foi lançado somente no Japão. Contém sete canções com letras de Malluh Praxedes, musicados por Renato Motha, e uma parceria com Vander Lee.

“Shabds” – mantras da tradição indiana revestidos por melodias, harmonia e ritmos brasileiros.

"Rosas para João" - traz um repertório inspirado na obra de João Guimarães Rosa com parcerias de Renato Motha e Fernando Brant, Valter Braga, Vanderlei Timóteo, Vander Lee e Patricia Lobato, remontando a atmosfera do sertão mineiro, sua paisagem, sua natureza, através da palavra e de elementos sonoros contemporâneos, que dialogam com o espaço e o tempo presentes.

Dentre as motivações para a realização deste projeto, com ênfase no romance, está o "Grande Sertão: Veredas" e, através dele, a possibilidade de trazer à tona a percepção de sua poética atemporal e universal, pela via da música.

O DVD Rosas para João é um desdobramento do álbum homônimo, além da inédita “Encantado João”, com letra e música do próprio Renato. O DVD apresenta como cenário a paisagem bucólica de Casa Branca (Brumadinho/MG), com imagens captadas e editadas por Mariana e Fabiana Bontempo, e direção de Sérgio Adaid.

Produzido por Renato Motha, com projeto gráfico de Glória Campos e Clô Paoliello, com pintura e desenhos de Leonora Weissmann.


Turnê:

18 de abril – Yamagata / Chisousya – 1 show
19 de abril – Tokyo / Under the light – 1 show
24 de abril – Maihama / Clube Ikspiari – 1 show
25 de abril – Kamakura / Café Vivement Dimanche – 2 shows
26 de abril – Kamakura / Koumyou templo – 1 show
29 de abril – Tokyo / Eats e atende Cay – 2 shows

quarta-feira, 8 de abril de 2009

LEMBRANDO FLORBELA

http://www.cultura.mg.gov.br/arquivos/SuplementoLiterario/Image/sl-florbela_site.jpg
Amor que morre


O nosso amor morreu... Quem o diria!

Quem o pensara mesmo ao ver-me tonta,

Ceguinha de te ver, sem ver a conta

Do tempo que passava, que fugia!


Bem estava a sentir que ele morria...

E outro clarão, ao longe, já desponta!

Um engano que morre... e logo aponta

A luz doutra miragem fugidia...


Eu bem sei, meu Amor, que pra viver

São precisos amores, pra morrer,

E são precisos sonhos para partir.


E bem sei, meu Amor, que era preciso

Fazer do amor que parte o claro riso

De outro amor impossível que há-de vir!


Florbela Espanca

MUDANÇAS RADICAIS


“ Depois de classificado de teatral, portador de distúrbio bi-polar, surtado, ignorante, tarado e outras psicopatias – sem falar na crise de identidade e no medo de ser visto - ele percebeu que era preciso por um fim ao seu papel. Então, incendiou-se e foi ser cinzas” ( Trecho de um conto indiano moderno).

segunda-feira, 6 de abril de 2009

ESSA TAL DA QUALIDADE !

http://www.cronicaaosamigos.blogger.com.br/bolo.jpg


Todas as vezes em que estou dirigindo um documentário ou um comercial para exibição interna, distribuição para clientes ou para a televisão , fico atento ao tratamento que é dado para a equipe de filmagem. De modo geral, as empresas não nos veem como clientes potenciais de seus serviços ou produtos. E são elas as que mais apregoam a tal da qualidade no atendimento, a excelência do cliente.E pior; quase sempre nos tratam com desdém e ironia (aquele negócio de que quem trabalha com vídeo, em televisão é folgado, bicha, sapatão, drogado, e por aí vai). Recentemente, em uma concessionária de veículos, no dia de seu aniversário, os vendedores e atendentes distribuíam pedaços de um provavelmente delicioso bolo de chocolate aos que adentravam (que termo fdp!) ao recinto. Estávamos lá, gravando. Como ninguém nos ofereceu, quem nos acompanhava em nome do cliente resolveu fazer as honras e pediu que nos fosse oferecido uma fatia. E não foi bem sucedido. Parabéns para a aniversariante!

A PASSAGEM PARA O FIM DO MUNDO


Em fase de finalização o quarto programa Cidade da Gente – Especial Argentina ou, “A passagem para o fim do mundo”, que vai ao ar pela TV Horizonte, canal 19 UHF. Agora, a jornalista Luciana Katahira vai a El Calafate e faz trekking no Glacial Perito Moreno, uma das maiores geleiras da América do Sul. Com direito a muita emoção e, perdão pelo trocadilho, aquele friozinho na barriga(igual ao que a gente sente quando está na cadeira do dentista para um tratamento de canal ou diante da pessoa amada no instante de confessar o quanto a gente a ama).

quinta-feira, 2 de abril de 2009

A RESPEITO DE ...

Eis outra "gracinha" via e-mail:


PROVA DE REDAÇÃO DA UFMG

Vejam só o que alguns dos vestibulandos foram capazes de escrever na prova de redação da Universidade Federal de Minas Gerais, tendo como o tema: 'A TV FORMA, INFORMA OU DEFORMA?' A seleção foi feita pelo prof. José Roberto Mathias.'

A TV possui um grau elevadíssimo de informações que nos enriquece de uma maneira pobre, pois se tornamos uns viciados deste veículo de comunicação'. (Deus!)

'A TV no entanto é um consumo que devemos consumir para nossa formação, informação e deformação'. (Fantástica!)

'A TV se estiver ligada pode formar uma série de imagens, já desligada não...' (Ah bom, uma frase sobrenatural ) .

'A TV deforma não só os sofás por motivo da pessoa ficar bastante tempo intertida como também as vista' (Sem comentários ).

'A televisão passa para as pessoas que a vida é um conto de fábulas e com isso fabrica muitas cabeças' (Como é que pode ?).

'Sempre ou quase sempre a TV está mais perto denosco (?), fazendo com que o telespectador solte o seu lado obscuro' ( esta é imbatível).

'A TV deforma a coluna, os músculos e o organismo em geral' (É praticamente uma tortura !).

'A televisão é um meio de comunicação, audição e porque não dizer de locomoção' (Tudo a ver).

'A TV é o oxigênio que forma nossas idéias' (Sem ela este indivíduo não pode viver)

.'...por isso é que podemos dizer que esse meio de transporte é capaz de informar e deformar os homens' (Nunca tentei dirigir uma TV ).

'A TV ezerce (Puxa!!!) poder, levando informações diárias e porque não dizer horárias' (Esse é humorista, além de tudo).

' E nós estamos nos diluindo a cada dia e não se pode dizer que a TV não tem nada a ver com isso' (Me explica isso? ).

'A televisão leva fatos a trilhares de pessoas' (É muita gente isso, hein?).

'A TV acomoda aos tele inspectadores' (Socorro!!!) .

' A informação fornecida pela TV é pacífica de falhas' (Vixe!).

'A televisão pode ser definida como uma faca de trezgumes. Ela tanto pode formar, como informar, como deformar' (onde essa criatura arrumou esta faca???).

NÃO É MENTIRA, TERTA!

Recebo do meu amigo, Armando Bello, via e-mail, o texto a seguir:

Carta do Zé agricultor para Luis da cidade

Luis, Quanto tempo. Sou o Zé, seu colega de ginásio, que chegava sempre atrasado, pois a Kombi que pegava no ponto perto do sítio atrasava um pouco. Lembra, né, o do sapato sujo. A professora nunca entendeu que tinha de caminhar 4 km até o ponto da Kombi na ida e volta e o sapato sujava.Lembra? Se não, sou o Zé com sono... hehe. A Kombi parava às onze da noite no ponto de volta, e com a caminhada ia dormi lá pela uma, e o pai precisava de ajuda para ordenhá as vaca às 5h30 toda manhã. Dava um sono. Agora lembra, né Luis?!Pois é. Tô pensando em mudá ai com você. Não que seja ruim o sítio, aqui é uma maravilha. Mato, passarinho, ar bom. Só que acho que tô estragando a vida de você Luis, e teus amigo ai na cidade. To vendo todo mundo fala que nóis da agricultura estamo destruindo o meio ambiente.

Veja só. O sitio do pai, que agora é meu (não te contei, ele morreu e tive que pará de estuda) fica só a meia hora ai da Capital, e depois dos 4 km a pé, só 10 minuto da sede do município. Mas continuo sem Luz porque os Poste não podem passar por uma tal de APPA que criaram aqui. A água vem do poço, uma maravilha, mas um homem veio e falo que tenho que faze uma outorga e paga uma taxa de uso, porque a água vai acabá. Se falô deve ser verdade.Pra ajudá com as 12 vaca de leite (o pai foi, né ...) contratei o Juca, filho do vizinho, carteira assinada, salário mínimo, morava no fundo de casa, comia com a gente, tudo de bão. Mas também veio outro homem aqui, e falo que se o Juca fosse ordenha as 5:30 tinha que recebe mais, e não podia trabalha sábado e domingo (mas as vaca não param de faze leite no fim de semana).

Também visito a casinha dele, e disse que o beliche tava 2 cm menor do que devia, e a lâmpada (tenho gerador, não te contei !) estava em cima do fogão era do tipo que se esquentasse podia explodi (não entendi ?). A comida que nóis fazia junto tinha que faze parte do salário dele. Bom, Luis tive que pedi pro Juca voltá pra casa, desempregado, mas protegido agora pelo tal pra casa, desempregado, mas protegido agora pelo tal homem. Só que acho que não deu certo, soube que foi preso na cidade roubando comida. Do tal homem que veio protege ele, não sei se tava junto.Na Capital também é assim né, Luis? Tua empregada vai pra uma casa boa toda noite, de carro, tranquila. Você não deixa ela morá nas tal favela, ou beira de rio, porque senão te multam ou o homem vai aí mandar você dar casa boa, e um montão de outras coisa.

É tudo igual aí né?Mas agora, eu e a Maria (lembra dela, casei ) fazemo a ordenha as 5:30, levamo o leite de carroça até onde era o ponto da Kombi, e a cooperativa pega todo dia, se não chove. Se chove, perco o leite e dô pros porco.Té que o Juca fez economia pra nóis, pois antes me sobrava só um salário por mês, e agora eu e Maria temos sobrado dois salário por mês. Melhoro. Os porco não, pois também veio outro homem e disse que a distancia do Rio não podia ser 20 metro e tinha que derruba tudo e fazer a 30 metro . Também colocá umas coisa pra protege o Rio. Achei que ele tava certo e disse que ia fazê, e sozinho ia demorá uns trinta dia, só que mesmo assim ele me multo, e pra pagá vendi os porco e a pocilga, e fiquei só com as vaca. O promotor disse que desta vez por este crime não vai me prendê, e fez eu dá cesta básica pro orfanato.

O Luis, ai quando vocês sujam o Rio também paga multa né?Agora a água do poço posso pagá, mas to preocupado com a água do Rio. Todo ele aqui deve ser como na tua cidade Luis, protegido, tem mato dos dois lado, as vaca não chegam nele, não tem erosão, a pocilga acabo . Só que algo tá errado, pois ele fede e a água é preta e já subi o Rio até a divisa da Capital, e ele vem todo sujo e fedendo ai da tua terra.Mas vocês não fazem isto né Luis. Pois aqui a multa é grande, e dá prisão. Cortá árvore então, vige. Tinha uma árvore grande que murcho e ia morre, então pedi pra eu tira, aproveitá a madeira pois até podia cair em cima da casa. Como ninguém respondeu ai do escritório que fui, pedi na Capital (não tem aqui não), depois de uns 8 mes, quando a árvore morreu e tava apodrecendo, resolvi tirar, e veja Luis, no outro dia já tinha um fiscal aqui e levei uma multa. Acho que desta vez me prende.

Tô preocupado Luis, pois no radio deu que a nova Lei vai dá multa de 500,00 a 20.000,00 por hectare e por dia da propriedade que tenha algo errado por aqui. Calculei por 500,00 e vi que perco o sitio em uma semana. Então é melhor vende, e ir morá onde todo mundo cuida da ecologia, pois não tem multa ai. Tem luz, carro, comida, rio limpo.

Olha, não quero fazê nada errado, só falei das coisa por ter certeza que a Lei é pra todos nois.E vou morar com vc, Luis. Mais fique tranqüilo, vou usá o dinheiro primeiro pra compra aquela coisa branca, a geladeira, que aqui no sitio eu encho com tudo que produzo na roça, no pomar, com as vaquinha, e ai na cidade, diz que é fácil, é só abri e a comida tá lá, prontinha, fresquinha, sem precisá de nóis, os criminoso aqui da roça.Até Luis.

Ah, desculpe Luis, não pude mandar a carta com papel reciclado pois não existe por aqui, mas não conte até eu vendê o sitio.

(Todos os fatos e situações de multas e exigências são baseados em dados verdadeiros. A sátira não visa atenuar responsabilidades, mas alertar o quanto o tratamento ambiental é desiqual e discricionário entre o meio rural e o meio urbano.)

Por Luciano Pizzato - Ambiente Brasil* É engenheiro florestal, especialista em direito socioambiental e empresário, diretor de Parques Nacionais e Reservas do IBDF/IBAMA88/89, deputado desde 1989, detentor do 1º Prêmio Nacional de Ecologia.

Arquivo do blog